Home » Guia de viagem: Paraty
Guia de viagem

Guia de viagem: Paraty

Principais pontos turísticos

Centro Histórico

Considerado pela UNESCO como o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso, o Centro Histórico de Paraty tem características inconfundíveis. Desde suas ruas de pedras até as lindas construções encontradas pelo caminho, o local chama a atenção ao reunir expressões culturais e artísticas nesse espaço. Com a passagem de carros proibida por ali, os pedestres exploram o Centro Histórico de maneira ainda mais livre. Lembrando que as ruas são centenárias e as pedras delas pedem por sapatos mais confortáveis na hora de fazer a caminhada.

Centro Histórico de Paraty
Créditos: Murilo Pagani

Caminho do Ouro

Trata-se de uma estrada construída pelos escravos entre os séculos XVII e XIX com o objetivo de ligar Minas Gerais ao Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, o lugar se mantém preservado e abre espaço para que os visitantes possam desfrutar da paisagem natural e observar as espécies de fauna e flora que estão presentes ali. Afinal, a Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaína cerca toda a parte da estrada. A visita é permitida somente com guias autorizados.

Caminho do Ouro
Créditos: Circuito Caminho do Ouro

Museu do Forte Defensor Perpétuo

Conhecido como Museu do Forte, ele está localizado no único Forte que ainda existe em Paraty. Segundo conta a história, os fortes militares foram construídos pelos portugueses com o intuito de defender a cidade dos ataques piratas e, assim, proteger o seu porto. A visita ao local se tornou um ponto turístico por reunir tudo o que o lugar representou em épocas passadas e pelos objetos que ainda guarda.

O acervo tem peças autênticas e confeccionadas na Grã-Bretanha (como canhões usados entre 1730 e 1860), caldeirões para a produção de açúcar e outras peças que são provenientes do período colonial. O espaço preserva três áreas internas distintas e também é palco de exposições. Atualmente, o lugar está sob responsabilidade do IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus.

Forte Defensor Perpétuo
Créditos: Maurício Oliveira

Melhores passeios

Cachoeiras

Paraty tem o privilégio de estar situada em área de grande verde e intensa riqueza natural. E para quem vai visitar, um dos passeios que não pode faltar na programação é o de conhecer ao menos uma das tantas cachoeiras que existem por lá. Elas podem ser consideradas verdadeiros paraísos e proporcionam momentos divertidos e relaxantes para seus frequentadores.

A Cachoeira da Pedra Branca e a Cachoeira do Tobogã, por exemplo, são duas das mais famosas da cidade. Com fácil acesso, elas não exigem muito esforço. Outras também seguem o mesmo molde e ficam próximas ao Centro. Porém, quem gosta de boas aventuras vai poder optar por cachoeiras que só são encontradas depois de um caminho mais longo e de acesso somente por trilhas.

Escuna

O passeio de escuna é uma das atrações mais procuradas. Por ter 65 ilhas e incríveis praias, o visitante que chegar em Paraty vai ficar convencido de que um passeio aquático é algo encantador e muito necessário. A exuberante vegetação e a tranquilidade do lugar provocam momentos inesquecíveis para os turistas.

Passeio de escuna na Praia da Lula
Créditos: Escunas Estrela da Manhã

Alambiques

Paraty foi a mais importante região produtora de pinga no Brasil Colônia. Com essa informação, fica fácil imaginar o poder da tradição. O passeio é quase obrigatório para quem passa por lá e quer absorver os episódios que moldaram a cidade.

No total, são sete alambiques principais na cidade. Ou seja, sete oportunidades de conhecer um pouco mais do trabalho artesanal que envolve a cachaça e é um destaque na região. Com fama por conta da qualidade, conhecer o processo de fabricação é a chance de saber mais sobre a história de Paraty e vivenciar uma das coisas que movimenta o comércio local. Durante a visita, o público aprende a diferença entre tipos de cachaças e pode experimentar outras bebidas que representam o espírito festivo dos paratienses.

Alambique Paratiana
Créditos: Cidade e Cultura

Melhores lugares para comer

Banana da Terra

Com grande apreço pelos ingredientes locais, o Banana da Terra constrói um cardápio que é referência. Com pratos criativos, muita banana e forte presença de frutos do mar, o restaurante da chef Ana Bueno mescla receitas tradicionais e composições mais ousadas para oferecer ao público um prato que leve o sabor de Paraty. Durante a visita, as pessoas apreciam um lindo ambiente: um casarão com estilo colonial que dá todo um ar mais acolhedor.

Banana da Terra
Créditos: Banana da Terra

Villa Verde

Pela sua localidade bem próxima à natureza, o restaurante Villa Verde tem como diferencial a sensação de estar inserido em um imenso jardim repleto de passarinhos e flores exóticas. Especializado em massas, o lugar também oferece peixes, carnes, risotos e algumas comidas típicas brasileiras. E por falar em cozinha, uma informação pode ser bastante interessante: ela é totalmente aberta e permite que todo mundo acompanhe a preparação dos pratos.

Villa Verde
Créditos: Villa Verde

Quintal das Letras

Entre os mais requintados está o Quintal das Letras. Na cozinha, o preparo obedece a regra de combinar gastronomia contemporânea à cultura paratiense, utilizando sabores caiçaras e ingredientes locais. Há um cuidado especial em relação aos produtos que serão usados: eles são recebidos diariamente da horta da Fazenda Bananal. No menu, a ênfase em frutos do mar é um ponto a ser destacado.

Quintal das Letras
Créditos: Quintal das Letras

Melhores lugares para se hospedar

Pousada Arte Urquijo

Localizada no coração do Centro Histórico, a Arte Urquijo é o resultado da combinação entre lugar aconchegante e privilegiado. Com apenas seis acomodações, o ambiente preza por um espaço mais íntimo e é a única pousada da cidade que proporciona uma vista panorâmica. Durante uma volta pela residência, o hóspede poderá apreciar lindas obras de arte espalhadas pelas paredes que um dia foram de um sobrado do século XVIII, mas que hoje, depois da restauração, traz uma decoração rústica aliada à essência da região. Há uma piscina para lazer dos hóspedes.

Arte Urquijo

Pousada Apple House

Próxima ao Centro Histórico de Paraty, a Apple House traz acomodações inovadoras e amplas. O exemplo para esses casos é a opção de se hospedar em uma suíte que tem piscina privativa de vidro ou então escolher um apartamento para até oito pessoas e incluir familiares e amigos nessa viagem. Duas piscinas, sauna, academia, salão de jogos e espaço gourmet podem ser encontrados pelos hóspedes na área externa.

Apple House
Créditos: Apple House

Pousada Corsário de Paraty

Com 39 apartamentos do tipo chalé divididos em quatro categorias, a Pousada Corsário se sobressai no quesito charme e beleza. Abraçada por um lindo jardim tropical, a pousada entrega um lugar mais sossegado e de grande harmonia com a Mata Atlântica que a cerca. Como opção de lazer, a estrutura conta ainda com piscina, salão de jogos e sauna a vapor.

Pousada Corsário

Melhor época para viajar

Paraty tem festa o ano todo. Para escolher uma época, o ideal é pensar antes em que tipo de passeio o viajante tem preferência. O verão é ótimo para quem quer aproveitar as cachoeiras, os mergulhos e os passeios de escuna. Mas quem prefere beber uma boa cachaça ou curtir o clima do centro histórico durante a noite pode optar por explorar essa programação no inverno.

Quanto ao movimento da cidade, entre junho e setembro o calendário fica bastante interessante e a cidade registra grande movimentação de turistas. É época do Bourbon Festival, da Feira Literária de Paraty, do Festival da Cachaça e do Paraty em Foco. Além disso, esses meses também costumam registrar menos chuvas.

Qual estilo de viagem combina com Paraty?

Para experiências e histórias, uma viagem entre amigos cai muito bem! Já se você optar pela companhia de familiares, a viagem pode ser aproveitada em um clima maior de descanso. Outra opção é conhecer Paraty ao lado do seu amor e curtir a vibe romântica que os roteiros da cidade oferecem.

É bom lembrar que a vida noturna só funciona no centro histórico, com barzinhos entre as esquinas, restaurantes e eventos que costumam atrair muitos visitantes em determinadas épocas do ano. Na cidade não há baladas ou algo do tipo.

Para maiores informações sobre a cidade, acesse www.paraty.com.br

Viva mais histórias com o Hurb e descubra mais destinos visitando nosso Instagram.

Deixa seu comentário