Home » 10 passeios gratuitos no Rio de Janeiro
Dicas de Viagem Nacionais

10 passeios gratuitos no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro atrai turistas de diferentes partes do mundo e jamais perdeu o status que conquistou de Cidade Maravilhosa. Não é à toa que continua sendo chamada assim e surpreendendo cada vez mais, oferecendo diversas opções de lazer, entretenimento, cultura, esportes e uma infinidade de atrativos turísticos.

O Rio é conhecido no exterior como a maior rota do turismo internacional do Brasil e se tornou referência no quesito viagens econômicas. Quem não conhece o local, acredita que os preços são elevados, porém, na capital carioca existem uma variedade grande de passeios gratuitos e inesquecíveis esperando por você.

Créditos do vídeo: Ministério do Turismo

Para te ajudar a desfrutar de toda essa beleza, ícones culturais e paisagísticos do Rio sem pesar no seu bolso, o ViajanteHU separou 10 passeios que além de serem incríveis, são abertos ao público na cidade maravilhosa!

Praia de Copacabana

Com a vantagem de ser livre para todos, as praias fazem parte do tempero especial do Rio. A tradicional Praia de Copacabana é a primeira a vir à cabeça de praticamente qualquer pessoa quando o assunto em questão são as praias cariocas.

É quase que uma obrigação a quem visita a cidade do Rio de Janeiro, destinar uma tarde para caminhar pelo calçadão mais famoso do mundo, tomar uma água de coco bem gelada, tirar foto com obras feitas por artistas nas areias da praia e se deixar levar pela leveza e informalidade que é o estilo de vida dos cariocas.

Além da inesquecível Copacabana que é palco de eventos marcantes, como shows e queima de fogos no Réveillon, há outras praias internacionalmente conhecidas como Prainha, Praia da Barra, Grumari, Recreio dos Bandeirantes, Ipanema e Leblon que vale a pena explorar.

Crédito do vídeo: Patrick Tate

Pedra da Gávea

Com mais de 800 metros de altura a Pedra da Gávea é o maior bloco de pedra situado à margem do mar no mundo, seu nome se dá justamente por sua altura exuberante, tendo como referência ao cesto de observação utilizado no ponto mais elevado das embarcações marítimas.

Localizada no Parque Nacional da Tijuca, o acesso a pedra é inteiramente gratuito e para chegar ao seu cume, os viajantes percorrem uma trilha bastante radical e aventureira. Repleto de cenários incríveis, do começo ao fim do passeio, como belezas naturais, cavernas, cachoeiras, vista do Morro dos Dois Irmãos, Cristo Redentor, Baía da Guanabara e muitos outros atrativos.

Ao chegar no topo além de todas as fotos e momentos fantásticos vividos ao decorrer do percurso, os turistas têm uma visão encantadora e apaixonante da cidade do Rio de Janeiro em 360 graus, a perfeição é tão grande que falta fôlego e palavras para descrever a sensação de estar no lugar.

Vale ressaltar que apesar de ser aberto ao público, muitos turistas procuram um condutor para auxiliá-los durante todo percurso, estando assim ao seu critério.

Crédito do vídeo: Martin Sanchez

Parque Lage

O Rio de Janeiro possui parques distribuídos por toda cidade, que além de possuir uma paisagem natural belíssima, são ótimas opções para a prática de esportes, piqueniques e todo tipo de lazer. O Parque Lage é um deles, o jardim projetado em estilo romântico pelo inglês John Tyndale em 1840 é hoje um dos lugares mais agradáveis de toda a cidade.

Localizado no bairro do Jardim Botânico aos pés do Corcovado, o local possui uma imensa área verde, com palmeiras imperiais, um belo palacete ao centro e atualmente abriga uma Escola de Arte Visuais. Conta com trilhas, caminhos pitorescos, gruta, um aquário em forma de pequena caverna, parque infantil, espaço livre para piqueniques e em especial uma estátua do compositor Tom Jobim com seu filho João Francisco plantando uma árvore.

Curiosidade: O astro do rapper, Snopp Dogg junto com o Pharell Willians gravaram em 2002 algumas partes do videoclipe da música Beautiful no belíssimo cenário do Parque Henrique Lages.

Créditos do vídeo: Estúdio Móvel

Lapa

Famosa Brasil afora pelos seus arcos que servem para ligar o bairro de Santa Teresa com outras áreas do Centro do Rio, a Lapa é o local que reúne a maior quantidade de bares, restaurantes, festas culturais e uma pluralidade temática que consegue atrair pessoas de todos os tipos e vibes.

A grande magia deste reduto boêmio está na sua diversidade. Apresentações musicais e lugares com uma variedade incrível de comidas e entretenimento que se adequam ao gosto de todos, é o que não faltam por aqui. Destine um tempinho para passear pelas famosas ruas da Lapa e curtir um samba, vale a pena conferir ao primeiro sábado de cada mês a Feira do Rio Antigo realizada na Rua do Lavradio. Aqui você se diverte sem gastar nada, apenas energia para apreciar e caminhar pelas ruas do bairro.

Créditos do vídeo: Drones em Ação

Pedra do Telégrafo

Com certeza você já deve ter visto fotos incríveis e divertidas de pessoas meditando ou dando a ilusão de quase está caindo da famosa Pedra do Telégrafo. Situada na Barra de Guaratiba, é atrativo turístico para muitas pessoas que planejam vários tipos de poses para suas fotos e almejam apreciar o belíssimo cenário.

Assim como a Pedra da Gávea, para chegar até o topo é necessário percorrer uma trilha, mas diferente de tal, a altura é um pouco mais que 300 metros e não exige tanto esforço e horas de caminhada. O espetáculo natural é deslumbrante e de apaixonar, refletindo cada vez mais como essa cidade é abençoada.

Escadaria Selaron

Tudo começou com o artista chileno Jorge Selarón, que resolveu fazer uma  homenagem aos brasileiros e assim dar vida a escadaria da frente de sua casa. O incrível resultado feito sozinho por Selarón, foi mais um belo cartão postal do Rio de Janeiro que atraia milhares e milhares de pessoas durante todas as épocas do ano.

Com mais de 2000 azulejos, o cenário já foi palco gravações de filmes, novelas e clipes (Como a já citada Beautiful dos rappers Snopp Dogg e Pharrell Williams, assim como também o videoclipe da música “Walk On” da banda U2). Diariamente muitas pessoas vão até a rua Joaquim Silva para tirar a tradicional e famosa foto na escadaria, que além de possuir um ambiente agradável, une, beleza arquitetônica, história e detalhes expressados em cada degrau coberto de azulejos com cores vivas.

Vista Chinesa

A Vista Chinesa é outro ponto da cidade que não cobra nenhum tipo de taxa. Aliás, a única coisa que você vai gastar para chegar nesta construção oriental que possui mais de 100 anos, são as calorias ao subir andando ou de bike. Ótimo, não é? Para desfrutar de uma das vistas mais bonitas que se pode ter do Rio, é necessário encarar algumas horinhas de caminhada pelo Jardim Botânico, subindo pela Estrada Dona Castorina ou pelo Alto da Boa Vista, através da Estrada da Vista Chinesa.

Ao chegar ao ponto principal, os viajantes terão uma visão do Cristo Redentor à esquerda, no centro o Pão de Açúcar e a direita o Morro dos Dois Irmãos. Tem vista melhor do que essa? Só no Rio de Janeiro mesmo!

Créditos do vídeo: Gimbal Drones Imagens Aéreas

Centro da cidade

O Rio de Janeiro tem muita história para contar, e uma das melhores maneiras de ouvir o que a cidade tem a dizer é passeando pelo Centro dela. Construções históricas como o Paço Imperial, que já foi sede dos governos do Reinado e do Império, o Palácio Tiradentes, que fica ao lado do Paço. Ambas construções ficam nos arredores da Praça XV, onde também está o Arco do Teles, local repleto de bares e restaurantes em meio a casarões que apesar de serem datados do século XVIII estão muito bem conservados.

O ambiente de descontração impera no local em meio a um clima de muita história e cultura. O Centro ainda conta com os imponentes Theatro Municipal, Espaço cultural da Marinha e outros atrativos que refletem a arquitetura característica da região.

 

Morro dos Dois Irmãos

A trilha que leva até o Morro dos Dois Irmãos começa na comunidade do Vidigal e após realizar um caminhada de pouco mais de um quilômetro e meio, os viajantes encontrarão o cenário perfeito para fotos, considerado também um dos cartões postais da cidade. A aventura para subir o morro não exige tanto esforço e não é trabalhosa como a da Pedra da Gávea, mas assim como tal é extremamente encantadora durante todo percurso.

Aberto a todos os moradores e visitantes aventureiros do Rio de Janeiro, para quem almeja ver de forma privilegiada as lagoas, praias como a de Copacabana, Leblon e Ipanema, o Cristo Redentor, a comunidade da Rocinha aqui é o lugar ideal para você ir sozinho ou com amigos.

Museu Nacional de Belas Artes

No Rio de Janeiro, existem lugares em que as visitas diárias são inteiramente gratuitas para qualquer faixa etária, assim como há também aqueles locais que durante a semana são pagos e aos fins de semana são abertos ao público, um deles é o famoso Museu Nacional de Belas Artes que fica no centro histórico da capital.

Todos os domingos o museu abre suas portas para os viajantes desbravem ao máximo todos os artefatos históricos e vislumbrem a cultura artística no nosso país. Cerca de 17 mil metros quadrados concentram mais de setenta mil itens entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, objetos, documentos e livros.

Créditos do vídeo: bigmago88

O Rio de Janeiro continua lindo e esperando você. Alô, alô, viajante, aproveite os pacotes do HU e Viva mais histórias na Cidade Maravilhosa!

Conheça outros roteiros através do nosso FacebookInstagramYoutubeTwitter e Viajante HU!

Deixa seu comentário

Comentários

    1. Oi Thaynara, aproveite. Conheça as belezas e Viva mais histórias no Rio de Janeiro com o Hotel Urbano!

      Um abraço dos seus amigos do HU! =)

Publicidade

Nós no Face ;)

Você pode se interessar!

Cashback de Hotéis | Tilt